domingo, 31 de janeiro de 2016

MICROCEFALIA uma discussão sobre o aborto

 Microcefalia reabre discussão sobre aborto no Brasil

Microcefalia reabre discussão sobre aborto no Brasil


Link para a matéria:
http://www.bbc.com/portuguese/noticias/2016/01/160131_entenda_aborto_microcefalia_ss_lab?post_id=1035582819837301_1035582813170635#share-tools


Mais uma vez o aborto volta ao palco. E como em outros temas polêmicos é preciso ouvir o outro lado.


Em meu pensamento há uma divergência, imagine em uma nação...

Sou contra o aborto. Não por fazer uma divinização da vida... Ainda mais por ver que um deus (qualquer deus desses tantos que foram criados à imagem e semelhança do homem) arquétipo de bondade e sustentação da vida, que "permite" essa desgraça (dentre tantas outras) generalizarem.

Sou contrário, como sou contrário a pena de morte, porque a vida por si só cuidará de cada vivente. Isso é natural. Assim deve ser. Vida e morte é algo natural à vida.

Sou contrário ao aborto, esse aborto do arrependimento tardio de quem tendo a consciência das consequências que seguem um ato sexual, desprezam essa consciência puramente pelo prazer imediato. Trepou cidadão? Engravidou? Cuide. Crie a sua cria. Simples assim.

Agora...
Tem essas situações que a ciência permite prever e antecipar destinos. Como no caso dos fetos acéfalos, já objeto de resolução no STF. Sem a divinização é preciso tratar desse assunto com maturidade. Aqui meu pensamento entra em divergência: eu também gostaria que a mulher, nesses casos de diagnóstico em que uma doença da gravidade dessas citadas, seja ela uma parte importante a ser ouvida e que essa tenha a opinião ouvida e se for o caso respeitada.

É polêmica essa proposta, mas deve-se ter coragem em discutir.

(Só peço encarecidamente que em seu comentário de crítica, sugestão ou de alinhamento de pensamento, que você não venha me falar numa desgraça de um deus - qualquer deus!). A fé sendo sua, guarde-a como um tesouro. Isso não me interessa!

Assunto aqui é vida, morte. Coisas naturais.

Concluo meu devaneio com um comentário da net:
"As vezes, escolher a vida, nada mais é que simplesmente escolher uma forma mais dolorosa, sofrida e demorada de morrer". SABRINA.


OZEAS CB RAMOS
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...