quinta-feira, 12 de novembro de 2015

UMA HORA DESSAS (23:31 – 11/01/2015)...


UMA HORA DESSAS



Uma hora dessas (23:31 – 11/01/2015) e eu pensando na vida. Logo eu! Mas é sempre assim ao aproximar a data de meu aniversario começo a ser tomado por devaneios sem cura... Lembro de tantas histórias que até invento algumas estórias para aliviar as lembranças.

Uma dessas ocorreu há alguns meses quando seguimos rumo ao interior para “criar uma estória”. Vivemos por dez dias na estrada e como tivemos o que contar!

Agora estamos nos arrumando para ir mais longe. Malas prontas e a ansiedade que faz perder o sono e deixam inquietos a ambos: Eu e MIGUEL. Em algumas horas pegaremos estrada por 1.500km rumo a São Luís. Pretendemos passar uns quinze dias, até mais, até que as cobranças de saudade e a volta às aulas nos tirem o sossego.

Nem sei dizer quem está mais “angustiado” pela viagem. Eu tenho responsabilidades, mas o coitado anda “excitado” e a todo instante faz perguntas com referência à viagem.

Penso com dualidade sobre esse meu amor. Eu o quero junto a mim e esses dias nos dariam mais oportunidades de estarmos próximos como foram esses últimos anos. Penso no tanto que ele irá se divertir, das pessoas e lugares que vai conhecer. Tudo muito intenso tanto quanto intensos somos. Ainda assim, dizendo que estou pensando nele, vejo uma boa dose de egoísmo nesse meu amar... Tenho uma necessidade imperiosa de tê-lo junto a mim. E é nesse ponto que esse meu egoísmo ganha corpo: eu o trago para “meu delírio”. É ele quem vem e embarca nesse “amar”.

Talvez a vida seja mesmo assim.

Nos próximos dias virão fotos (muitas fotos) com nossas caretas e línguas, nossos abraços constantes, nossos causos sem fim...

Ele adormeceu e eu seguirei o mesmo destino! Posto que, a cada amanhecer, nós teremos muito mais sobre o que escrever.

OZEAS CB RAMOS
www.rascunho1966.blogspot.com.br
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...