quinta-feira, 13 de agosto de 2015

JAMAIS E NUNCA


Jamais te encantes
por uma flor que,
murcha e desbotada,
não carregue mais seu cheiro...

Nem pela árvore
estéril
cujos frutos caem pecos
antes mesmo de cada manhã...

Tampouco pela mata
ressecada
que não se renova
nem permite o ciclo da vida...

Nunca te fatigues
pela árida terra ressentida
que não te alimente
os mais utópicos sonhos.

Jamais e nunca
se iluda
com um sorriso imaterial,
nem por um olhar
distante
do seu olhar...

Não desejes
um corpo frio
indiferente a teu calor.

Em nenhum tempo queiras
um amor
sem a loucura correspondente
da paixão!


OZEAS CB RAMOS
www.rascunho1966.blogspot.com.br
www.facebook.com/rascunho1966
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...