terça-feira, 24 de março de 2015

BUSCAR E SEGUIR



BUSCAR E SEGUIR

Temos uma “alma” insaciável. Buscamos e buscamos, muitas vezes sem saber o que. É de nossa natureza a busca. Seja pelo saber, na incansável saga do conhecimento: a filosofia se perdeu em si mesma. Seja no viés do transcendente: deuses e deuses foram montados à nossa imagem e semelhança. Nossa necessidade de respostas face às grandes questões da vida leva-nos a essa inquietação constante.
Mas seguimos sem essas mesmas respostas, criando novas perguntas e realimentando todo esse processo. Não vamos parar de buscar...
Eu digo que esse é o principio científico em nós. Se descobrimos algo, em si mesmo esse “algo” nos transporta à novas dúvidas. E seguimos...
Buscar e seguir. Como um único elemento em duas faces. A moeda é assim.
Nesse caminho criamos nossos axiomas. Desses advém nossos aforismos. E assim vamos criando. Exercendo a nossa divindade.
As grandes inquietações permanecem válidas e sem respostas satisfatórias:
De onde vim;
Quem sou;
E para onde vou.
Dependendo do ser, proposições são defendidas como se a verdade fosse absoluta e universal. Quanto a mim, sigo buscando tão somente descobrir QUEM SOU. Sem maiores angústias, haja vista que, 66,66% das grandes dúvidas eu jamais terei respostas.
Nesse caso, basta o viver...

OZEAS CB RAMOS
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...