terça-feira, 8 de julho de 2014

NOITES DE JUNHO - Márcia Ribeiro

NOITES DE JUNHO
Por Márcia Ribeiro

Se você tivesse entrado na minha vida
De outra maneira
Deixando a porta aberta
A luz da sala acesa
Como se gostar fosse o seu nome
O tempo e o modo do verbo
A lenha queimando na fogueira
Então para sempre meus seriam
Estes seus olhos claros 
Que tem das noites de junho
O brilho de todas as estrelas
Porque seu nome
Quer dizer príncipe
Mas eu nunca serei sua princesa
Eu cheguei na hora incerta
Bati na porta errada 
E não adiantou
De nada
Confessar-te o meu amor 
Da vida inteira
E hoje
Quando finge que não me conhece
Você parece mais
Aquela estrela
Que brilha como duas
No frio das noites de junho
E no meu peito
Acende a fogueira
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...