sexta-feira, 29 de novembro de 2013

quarta-feira, 27 de novembro de 2013

AMANHECER DÚBIO




AMANHECER DÚBIO


Dormir é bom
Acordar é maravilhoso
Dormir é quase morte
Despertar é ressurgir
Mas não é perfeito, não comigo.
Pois em todo amanhecer
Nasce inspiração com inquietude
Não é permitido rolar na cama
O insistente pensamento
Precisa ser rascunhado
Ele tem pressa ou se vai
E me impõe essa tarefa
Que aceito resignado
Por que a cada pensamento
Que transcrevo
Fico mais leve
De mim.


OZEAS CB RAMOS
BLOG DEVANEAR E DIVAGAR
www.rascunho1966.blogspot.com.br
COMENTE - COMPARTILHE

segunda-feira, 25 de novembro de 2013

QUEM EU SOU?


Quem sou?
Sou nada.
Nada assim também não.
Nada para (os "bxxx") para alguns!
Sou eu tanto quanto EU SOU!
Sem tirar nem por.
Pois não sendo nada
Nada sou.
Sei o que não sou.
Não sou você! (Sorte sua)
Nem sou o "zé ninguém".
Mas sou povo.
Sou bicho.
Bicho humano.
Isso eu sou.
Sou o que não fui?
Ou sou o que não serei?
Nem sei!
Confuso ou louco?
Ainda não sei.
Uma coisa eu sei!
Nada sei.
Nada sou.
Quem eu sou?
...
E para que saber?
Se todo destino é a morte?


OZEAS CB RAMOS
BLOG DEVANEAR E DIVAGAR
www.rascunho1966.blogspot.com.br
COMENTE - COMPARTILHE

sábado, 23 de novembro de 2013

DESABAFO



DESABAFO

Morrer eu não quero, mas começar a ficar velho é uma porra!
Zói não enxerga,
Zuvido já não ouve bem,
Coluna que dói sem motivo,
P já não sobe como antes...
E ainda tem a dxwkyzba da pressão arterial que tem ereção espontânea: sobe que é uma beleza.
Natureza fia duma legueba!


OZEAS CB RAMOS

sexta-feira, 22 de novembro de 2013

LOUCURA AMAR





LOUCURA AMAR

Conheci
Loucura
Agora
Amor
Conheço-te
Conheço-me
Loucura
Amar

OZEAS CB RAMOS
BLOG DEVANEAR E DIVAGAR
www.rascunho1966.blogspot.com.br
COMENTE - COMPARTILHE

quinta-feira, 21 de novembro de 2013

IMUTABILIDADE



IMUTABILIDADE

As coisas não mudam.
Reorganizam-se,
E acomodam-se.
Aí dizemos:
Tudo está diferente,
Novo.
Mas a essência é imutável.

OZEAS CB RAMOS
www.rascunho1966.blogspot.com.br

quarta-feira, 20 de novembro de 2013

DUZENTOS MILHÕES DE SAUDADE


DUZENTOS MILHÕES DE SAUDADE

O tempo permitiu e a saudade apertou. O resultado foi aguardar o encerramento da aula de Miguel por mais de 30 minutos. As mães e alguns poucos pais iam recebendo seus filhotes e imediatamente saíam da sala de espera.


De repente, sem que eu houvesse percebido, fui abraçado à altura da cintura. Um abraço apertado, tão singelo quanto delicioso. Ele nunca fizera assim. Sair da sala e correr para me abraçar. Sempre saímos e somente depois de algumas falas eu peço um abraço.

De tão inesperado até pensei tratar-se de algum problema durante a aula e que ele estivesse agora se sentindo protegido e amparado.

Curioso quanto preocupado, perguntei logo o que estava acontecendo e o porquê daquele abraço. Era segundo ele saudade.

- pai eu estava com muita saudade. Duzentos milhões de saudade.

Nisso eu já estava agachado para poder retribuir o abraço. Aquele segundo que tudo para e não há mais nada ao redor. As pessoas somem e na vida é apenas aquele momento.

Porém... Logo em seguida, a essa saudade colossal de proporções astronômicas veio a realidade:

- pai, eu preciso de R$ 13,00 (treze reais) para comprar um livro sobre os dinossauros...

Saudade, duzentos milhões de saudade, saudade para nunca mais acabar e treze reais para lembrar-me que não é só de saudade que se vive a vida.

De mãos dadas seguimos trocando estórias e histórias rumo ao cafofo do ozama...


OZEAS CB RAMOS

VIDA


VIDA

É teu sorriso que me traz de volta à vida
Sempre que me perco em pensamentos.
Tua voz atrai e a solidão se vai
E juntos celebramos sonhos
Transformando-os em desejos.
Tuas palavras são carinhos vívidos
E assim nossas juras se propagam
Quando digo: Quero-te
E tu respondes: Vem.
Em você Vida, minha linda flor lilás,
Até os defeitos são perfeitos.
Tuas promessas me alcançam
São elas que te trazem a mim.
Espero Vida, que me roube a mim
Assim como desejo roubar-te a ti!


OZEAS RAMOS
BLOG DEVANEAR E DIVAGAR

www.rascunho1966.blogspot.com.br
COMENTE - COMPARTILHE

VOCÊ LIVRE


De tanto que estou apaixonado
Por quanto que te quero
E pelo muito que te amo
Quero você livre
Como livre é a tua alma
E que venhas a mim por escolha
E em me escolhendo permaneças livre
Para sorrir
Para me dar seu coração
E para me amar.

OZEAS CB RAMOS
BLOG DEVANEAR E DIVAGAR
www.rascunho1966.blogspot.com.br
COMENTE - COMPARTILHE



segunda-feira, 18 de novembro de 2013

GUERRA

 


Sou soldado treinado
Numa guerra insana
Cotidiana e sem trégua
A grande batalha acabou
Sem vencedor teve fim.
Minha guerra não
Não aqui
Não em mim.


OZEAS CB RAMOS
BLOG DEVANEAR E DIVAGAR
www.rascunho1966.blogspot.com.br
COMENTE - COMPARTILHE

sábado, 16 de novembro de 2013

DOR E LÁGRIMA


No silêncio ecoa
Reverbera dentro de mim
Meu grito é de dor
Sem que haja quem o ouça
Minha lágrima corre
No rosto escorre
E não há quem a enxugue.
Sozinho
Só eu, meu grito, minha lágrima e minha dor!


OZEAS CB RAMOS
BLOG DEVANEAR E DIVAGAR
www.rascunho1966.blogspot.com.br
COMENTE - COMPARTILHE

quinta-feira, 14 de novembro de 2013

MINHA LÁGRIMA



Você não pode provar
A lágrima é minha
Ela cai toda vez que a saudade
Aperta mais que antes
Toda vez que minha alma
Recorda...


OZEAS CB RAMOS
BLOG DEVANEAR E DIVAGAR
www.rascunho1966.blogspot.com.br
COMENTE - COMPARTILHE

quarta-feira, 13 de novembro de 2013

VI TÓ RIA




Vitória minha vida
Vitória minha paixão
Barradão é minha casa
É amor no coração
É meu canto
Meu encanto
Onde canto

VI TÓ RIA lá lá iá...


OZEAS CB RAMOS

QUE TAL INOVARMOS?


Abri o face pelo celular e havia uma mensagem no mínimo inusitada.  Dizia:
- Qual seu endereço de correspondência?
O que de imediato respondi digitando meu e-mail.
Algum tempo depois recebi outra mensagem:
- E qual endereço de residência?
O que eu respondi indagando: Você ainda manda carta?
Meu interlocutor complementou:
- Quero inovar, mandar cartões de natal.
Passei meu endereço e fiquei pensando...
Eu curtia escrever cartas. Mandei muitas. Havia um tal AEROGRAMA  que eu enviava para casa todas as vezes que viajava. Houve uma época que estando fora, mandava um aerograma  por dia. E a cada carta uma palavra até que completasse o que queria realmente dizer. Ele custava menos que selar e enviar uma carta e era pré-selado. Você comprava e enviava quando desejasse.
É gostoso escrever de próprio punho. E é igualmente gostoso receber cartas escritas à mão! Personalizada, específica... Com o e-mail perdemos esse hábito.
Hoje ninguém mais manda cartas. É SMS, e-mail e mensagens em redes sociais. Carta só chega aqui em casa de marketing/propaganda e a famosa carta de cobrança... E essa última é semanal!!!
Plagiando meu amigo, que tal “inovarmos”?
Vamos?

OZEAS CB RAMOS
BLOG DEVANEAR E DIVAGAR
www.rascunho1966.blogspot.com.br
COMENTE - COMPARTILHE



* O QUE É AEROGRAMA: http://www.correios.com.br/produtosaz/produto.cfm?id=A8E330EE-DEA7-82B7-A61A6B902025F6A2

* Modelos de AEROGRAMAS: http://shopping.correios.com.br/wbm/store/script/wbm2400902p01.aspx?cd_company=ErZW8Dm9i54=&cd_department=z2es/5UqBzU=&recursive=1

SAUDADE BANDIDA


SAUDADE BANDIDA

Queria estar perto
Aconchegado em ti
Sentindo você
Mesmo que em silêncio.
Saudade bandida
Saudade infeliz
Só você sabe
Que esse meu coração
É todo seu!


OZEAS RAMOS
BLOG DEVANEAR E DIVAGAR

www.rascunho1966.blogspot.com.br
COMENTE - COMPARTILHE

PÁGINA EM BRANCO




Há em mim uma página,
Uma última página,
Que permanece em branco.
A caneta sempre disposta
Meu lápis em prontidão
Mas nada acontece...
Nem risco nem grafo.
Isso em meu caderno gasto
Que dia a dia fora marcado
Pelos traços de uma vida
E pelas cores de uma história.
Eu que sempre virei suas páginas
Agora sou eu a página virada.
A inspiração se foi, silenciou.
Sem você não tenho vida.
Quem dera você voltasse!
Preciso rascunhar-me!


OZEAS RAMOS
BLOG DEVANEAR E DIVAGAR
www.rascunho1966.blogspot.com.br
COMENTE - COMPARTILHE

terça-feira, 12 de novembro de 2013

RECADO A UM AMIGO




RECADO A UM AMIGO
CLÉO D'ÁVILA

Não lamente o passado,
Não chore, nem sofra por alguém.
Viva.
Viva intensamente sem culpas...
Sorri, cante, dance,
Ame seja lá quem for,
Mas ame!
Curta sempre.
Ensaie vôos mais altos,
Esqueça os rasantes.
Não voe sozinho,
Pois todos querem
Um ninho...
Vá faça o que
Você não fez antes

RÉPLICA




RÉPLICA
CLEO D’ÁVILA

Nas terras do Jornalista,
Mora também um poeta,
Inquieto, tagarela,
De tudo ele entende, pode crer!
Sabe contar histórias,
Vai e volta no tempo,
Junta com uma velha amiga,
Nas tardes de terça feira
Para fazer a pauta
Do que vai acontecer!
Fala a Pirata poderosa,
Ouve o Papagaio com atenção,
Sai versos, lembranças,
De belos tempos,
E tristes momentos
Do passado e do presente,
De amores e paixão,
Ecos de suas vidas,
Rastros e lamentos
Do peito e do coração.


LEIA TAMBÉM
Esse poema é uma resposta ao rascunho:
http://rascunho1966.blogspot.com.br/2013/11/e-assim-foi.html

VENTO

Imagem da Net


Se o amor for vento
Que ele seja leve
E chegue como uma brisa


Se não houver vento
Que o amor seja como nuvem
E chegue como sombra suave


Mas se for vento forte
Que o amor saiba esperar
E assim seja ele mesmo:
Amor Amor
   
Amor abrigo
Amor bondade
Amor cuidado
Amor dedicação
Amor equidade
Amor felicidade
Amor gratidão
Amor humildade
Amor integridade
Amor justiça
Amor liberdade
Amor maturidade
Amor naturalidade
Amor otimismo
Amor paciência
Amor querer
Amor respeito
Amor seguro
Amor totalidade
Amor unidade
Amor verdade
Amor zelo


OZEAS CB RAMOS
BLOG DEVANEAR E DIVAGAR
www.rascunho1966.blogspot.com.br
COMENTE - COMPARTILHE

segunda-feira, 11 de novembro de 2013

domingo, 10 de novembro de 2013

sábado, 9 de novembro de 2013

SÓ EU E VOCÊ


Ozeas Ramos

SÓ EU E VOCÊ

O que é o tempo
O contar das horas,
Minutos e segundos
Se tudo pára
Quando estou ao seu lado
Com você em meu peito.
Até o silêncio é música.
A vida ganha o sentido
E eu êxtase e júbilo.
Momentos de carícias
Só eu e você
Eternidade

OZEAS RAMOS

BLOG DEVANEAR E DIVAGAR
www.rascunho1966.blogspot.com.br
COMENTE - COMPARTILHE

ASSIM, FEITO VOCÊ...


ASSIM, FEITO VOCÊ...

Quando eu erro,
Eu erro.
Quando não faço nada a respeito,
Continuo errando.
Porém quando tento consertar,
Eu erro mais ainda.

Quando eu me perco
Eu me perco.
Quando não faço nada a respeito
Continuo me perdendo
Porém quando tento corrigir
Eu me perco mais ainda.

Porra!
Até estou pensando em ser perfeito...

Aí quando for perfeito
Serei perfeito.
Quando não fizer nada a respeito
Continuarei perfeito.
Porém quando tentar aperfeiçoar
Serei divino!

Quem sabe assim sejamos iguais?
E eu possa errar e me perder
E continuar a ser perfeito!
Assim, feito você...


OZEAS CB RAMOS
BLOG DEVANEAR E DIVAGAR
www.rascunho1966.blogspot.com.br
COMENTE - COMPARTILHE

sexta-feira, 8 de novembro de 2013

ENCONTRAR SENTIDO




ENCONTRAR SENTIDO

Será sem palavras
Apenas um olhar
Quando a nudez
Encontrar sentido
Você estará em mim
E eu estarei em você
O abismo estará desfeito
A transgressão perdoada
E a paixão sem dor
Desejos perderão a inocência
Amor, amar, Vida!


OZEAS CB RAMOS
BLOG DEVANEAR E DIVAGAR
www.rascunho1966.blogspot.com.br
COMENTE - COMPARTILHE

quinta-feira, 7 de novembro de 2013

EU AMO VOCÊ



EU AMO VOCÊ
- Dedicado à turma da Profa. Maria V. Santos
Agradeço referência e visitas! - Um abraço.


Amo-te.
Não canso de repetir.
Não tenho outro verso
Outra estrofe
Nem rima...
Amo-te.
Não do jeito certo
Não no tempo certo
Não como você esperou
Não como devia, não como podia, não como...
Errado é meu nome.
Atraso é o descompasso do meu coração
Que só sabe querer-te em desmedida.
Vou escrever, escrever e escrever
E não conseguirei dizer nada
Nada além...
Apenas e tão somente:

EU AMO VOCÊ!


OZEAS RAMOS
BLOG DEVANEAR E DIVAGAR
www.rascunho1966.blogspot.com.br
COMENTE - COMPARTILHE

TOLOS DESEJOS


Ozeas Ramos

TOLOS DESEJOS

Quando deito
Meus pés procuram os teus
Para acariciá-los
E com carinho terno
Sedutor
Provocar-te os sentidos
Sentidos e desejos
Desejos tolos
Tolos por ti.

OZEAS RAMOS

BLOG DEVANEAR E DIVAGAR
www.rascunho1966.blogspot.com.br
COMENTE - COMPARTILHE

terça-feira, 5 de novembro de 2013

E ASSIM FOI



E ASSIM FOI

E assim foi
Lá no mundo de faz de conta
Na terra de Oz e de mister M
A felicidade se fez presente
Construindo detalhes de sonhos
Descobrindo e revelando momentos
Do amanhecer ao despedir do dia.
Café, almoço e jantar.
A fome não cessa,
Trocentos “lanchar”.
Comprar dvds, trocar dvds...
Nós também temos estórias
Nós somos heróis
Haja roteiros
Com carinhos, tapas e beijos.
Para nós, carinho não dói!
Hummmm
Mas também tem guerra de pum.
O sol despediu-se
E a noite esfriou
Adormecemos e não percebemos
Que Felicidade também foi descansar
Será que ela precisa dormir
Ou quem sabe foi te encontrar?
Antes de ir, em sussurros,
Ela prometeu voltar!
E assim foi...

OZEAS CB RAMOS
BLOG RASCUNHO1966
www.rascunho1966.blogspot.com.br
www.facebook.com/rascunho1966!


domingo, 3 de novembro de 2013

ABISMO VIVO



ABISMO VIVO

Desde a madrugada que cai uma chuva
que lava mas não faz correnteza
para levar o apreciado abismo vivo
que se alarga a cada novo desejo
a cada sorriso bobo de lembranças tolas.
Um abismal que é feito de abusos,
de sonhos, de sons e silêncios.
Que tem abraços e beijos
no imaginário de um devaneio distante
e que traz para perto e aproxima
o inconsciente irreflexivo
e o santificado transgressor-mor.
Esse desventurado senhorio
que acaricia, alimenta e encanta
almas carentes de afagos
corpos sedentos de amor.
Que atrai e distancia sem dó
a jovem senhora doce paixão
do velho senhor solitário coração.
A chuva cessou por aqui.
Os desejos não.


OZEAS CB RAMOS

BLOG DEVANEAR E DIVAGAR
www.rascunho1966.blogspot.com.br
COMENTE - COMPARTILHE

sábado, 2 de novembro de 2013

RETRATO FALADO



RETRATO FALADO

Tenho um rosto que não é meu
Forjado pelos bons
Pintado pelos demais.
Quase todos reconhecem
Como sendo eu...
Menos eu!
Não sou meu retrato falado.
Não sou caminhos nem verdades
Sou composto por atalhos e contradições.
Sou apenas o que serei.
Posso ser a sua maldade
Mas posso ser o seu bem.
O que você vê em mim
Está em seu espelho!

OZEAS RAMOS


BLOG DEVANEAR E DIVAGAR
www.rascunho1966.blogspot.com.br
COMENTE - COMPARTILHE

UM BEM



UM BEM

Estimo que encontres um bem
Que te faça bem,
Bem feliz!
E que o amanhã te traga a paz!

Ozeas Ramos


BLOG DEVANEAR E DIVAGAR
www.rascunho1966.blogspot.com.br
COMENTE - COMPARTILHE

APENAS PENSAMENTOS



  
PENSAMENTOS

Vivo de silêncio

De silêncio após silêncio
Sou apenas pensamentos
Absortos
Vazios
Desconexos.
Eles me deixam só
E voam solitários para longe
Um a um por sua vez
Distam muito de mim
Mas voam sem saber aonde chegar
Vão adiante e nada trazem
Além do que aqui havia
Apenas o vácuo.


OZEAS RAMOS

BLOG DEVANEAR E DIVAGAR
www.rascunho1966.blogspot.com.br
COMENTE - COMPARTILHE
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...