sábado, 27 de abril de 2013

SEGUIR, SEMPRE SEGUIR





SEGUIR, SEMPRE SEGUIR

A vida não abala seu curso natural
Ela não sofre nossas dores
Nem põe em vasos nossas lágrimas
Ela segue... Sem atraso

A vida segue inexorável
É de sua natureza seguir

A vida também não contabiliza nossas alegrias
Ela não exulta com nossas conquistas
Nem guarda nossos lauréis
Ela segue... Sem esperar
A vida segue inexorável
É de sua natureza seguir

Ela teve princípio ainda não compreendido
Tem decurso diário inevitável e futuro incerto
Ela não para nem para o nosso fim
Ela segue... Sem apiedar-se
A vida segue inexorável
É de sua natureza seguir

Essa também deve ser nossa dinâmica
Não parar nunca e com a vida seguir.
Não importem as circunstâncias
Se tristezas ou alegrias, derrotas ou vitórias
Seguir, sempre seguir.
É também de nossa natureza seguir!
 

OZEAS RAMOS

BEIJO


ETERNO


sexta-feira, 26 de abril de 2013

SIGNIFICANDOS


 
SIGNIFICANDOS
 
 
Vida, você é uma desdita só.

E como desfavor sem fim

Catástrofe há de ser miséria

E infortúnio sem dó.
 
 
OZEAS RAMOS

quarta-feira, 24 de abril de 2013

DIÁLOGO ENAMORADO

 

DIÁLOGO ENAMORADO

É bom ter alguém
É bom ter alguém bom
É bom alguém ter alguém bom

É bom ter um bem
É bem bom ter um bem
É bem bom ter um bem bom

É bom querer bem
É bem bom querer um bem
É bem bom querer um bem bom

E como é.
Muito bom.
É muito bom meu bem.


OZEAS RAMOS

segunda-feira, 22 de abril de 2013

SABER ANTES







Tem umas coisas que eu sei
Não sei como sei
Só sei
Alguns chamam intuição.
Basta olhar...
E descortinam alguns detalhes
Sem que me falem deles
Beira preconceito
Porque é saber antes
Desconcerta-me.
Incomoda-me.
Saber “antes” é phoda.


OZEAS RAMOS

domingo, 21 de abril de 2013

ACASO



ACASO

Porque mitiga em lágrima tua dor
E há quem a tua dor importe?
Não sofras, não chores de amor

Nem lamentes ter triste sorte.

Pois saiba que por ai dizem
Ser até bom de amor sofrer
De certo esse falante não ama
Restando-lhe o triste morrer.

Levanta tua fronte e caminha
Pois quem sabe à frente sozinha
Nunca mais estarás enfim.

A vida permita entrementes
Estando à mercê das correntes
No acaso, encontres a mim.
 

sexta-feira, 19 de abril de 2013

DECIFRE

DECIFRE...




CURTAM AS PÁGINAS NO FACEBOOK.
(links no rodapé)

ASAS


 


Errei duas vezes:
Quando bem cedo
dei-lhes asas para que voassem.
E depois
quando abri-lhes as portas da gaiola
...
Eu sempre quis voar,
eles precisavam de chão.

OZEAS RAMOS
www.rascunho1966.blogspot.com.br


CURTAM AS PÁGINAS NO FACEBOOK.
(links no rodapé)
 

VAI UM ABRAÇO AÍ?


quarta-feira, 17 de abril de 2013

POESIA EM VOCÊ



POESIA EM VOCÊ
Há poesia todo dia, mesmo quando não estamos sensíveis à suas manifestações.
Cada um, mais ou menos, compreenderá de acordo com sua percepção e momento.
No amanhecer, quando no horizonte nasce o sol.
No espreguiçar-se e esboçar o primeiro sorriso do dia.
Nos primeiros pensamentos que tomam a mente ainda despertando.
No cantar dos pássaros.
No passar das nuvens ao sabor dos ventos.
Na chuva que cai e na água que corre.
Na gente que sorri, gargalha, canta, declama.
No dia que passa, na tarde que chega.
No sol que parte solitário e deixa a noite tomar seu lugar.
Quem quer vê poesia em tudo.
Eu vejo poesia em você.
  
OZEAS RAMOS


DOE ALIMENTOS

DOE ALIMENTOS
Uma campanha em prol do NASPEC.
Novos itens!!!
O Núcleo Assistencial para Pessoas com Câncer - NASPEC presta pleno apoio aos pacientes oncológicos... dos 416 municípios da Bahia durante o seu tratamento na capital, que além de amor, carinho, proteção, e cuidados paliativos, precisam de um teto para descansar o corpo e revigorar suas forças para o próximo dia de tratamento com segurança. 


No momento,estamos solicitando a doação dos seguintes itens para que possamos dar continuidade do nosso trabalho:
FEIJÃO, CAFÉ, ALHO, EXTRATO DE TOMATE, FARINHA DE MANDIOCA, CORANTE, CARNE (ACÉM E MÚSCULO), FRANGO, TOALHA DE PAPEL (TIPO ESCRITÓRIO), DESINFETANTE, DETERGENTE, MARGARINA, ÁLCOOL COMUM, DEXAMETASONA 4MG. 

terça-feira, 16 de abril de 2013

VIVAZ




VIVAZ


Não interessa quanto prense a moenda
Quanta dor experimente
Nem quanto sangue corra de mim
Sinto-me vivaz
Rindo dos bois que giram a mó
Pois passada minha agrura
Comerei bifes suculentos
Alguns mal passados
Cortados finos e ao molho madeira.


OZEAS RAMOS

segunda-feira, 15 de abril de 2013

OBRIGADO



SUPERFICIALIDADES




SUPERFICIALIDADES

Superficialidades
Almas sem rosto
Sorrisos sem alegria
Festas sem razão
Geometria sem dimensão
Sou eu e você:
Solidão!


OZEAS RAMOS

sexta-feira, 12 de abril de 2013

FLOR DA QUIXABEIRA






FLOR DA QUIXABEIRA

12/04/2013
 

Sou fruto da Lei das Ordenanças
A desbravar rincão pelo sertão
Fiz carreiras, fiz andanças,
Nas teias do mundo de montão.

Naveguei certeiro pelas águas
Fui à mercê da correnteza
Procurei junto às terras douradas
Achei: flor, pedra preciosa e beleza.

Sou bandeirante em carreira
Como Anhanguera prospector
Sob a flor da quixabeira
Minh’alma encontrou frescor

Assim acabou minha desdita
E por aqui quero fincar
Como raiz do quintal de Nita
Junto a ti me eternizar.

Rohayhu Aluapakle


OZEAS CB RAMOS

sexta-feira, 5 de abril de 2013

EDADUAS


De tanto que deixei de mim aí
E de quanto trouxe de você comigo
Que a saudade está invertida
EDADUAS


quinta-feira, 4 de abril de 2013

MARCAS



MARCAS


Como sudário

Sacrossanto

Tua imagem em mim

Impregnada

Marcas

Amor

Leveza

Deixa-me bobo

Embebido

Por teu sorriso
E carícias

OZEAS RAMOS

FARFALHAR

 

Direitos X liberdade de expressão

Difícil tarefa a de conciliar a luta por direitos X liberdade de expressão.
Mas é um exercício necessário.
 


 


















OZEAS RAMOS
www.rascunho1966.blogspot.com.br

quarta-feira, 3 de abril de 2013

SECA




SECA

A estiagem causticante
Não mata de sede o bode e o carneiro,
Não seca plantas e raízes,
Não deixa sem alimento a vaca e a carijó,
Nem destrói a alma do sertanejo
Quem perde com a seca
E perde a vida é a terra.
É ela que mata a sede com suas aguadas
Que sacia a fome com suas sementes e raízes
E mitiga o sofrimento do caboclo.
Todos eles: plantas, animais e gente
Vendo a terra sofrer
Morrem em solidariedade a ela.


OZEAS CB RAMOS
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...